Paralisia Facial Periférica. E Agora?

26/06/2018

A Paralisia Facial Periférica (PFP), também conhecida como Paralisia de Bell,  acontece de repente e geralmente é assustador. 

 

A pessoa percebe de uma hora para outra que  tem uma diminuição do movimento ou paralisia de um lado do rosto fazendo com que a boca entorte para o lado saudável, o olho do lado acometido tem dificuldade de fechar a pálpebra, ficando mais aberto,o paciente não consegue elevar a sobrancelha do lado acometido. A grande insatisfação é perceber que o rosto não fica harmônico, e a incapacidade de realizar os movimentos da face. Isto interfere tanto em seu quadro físico, como emocional e social. Pois em vários casos a pessoa fica muito triste pensando que nunca mais voltará a ser como antes, e não quer que ninguém a veja nesta situação.

 

Na Paralisia Facial Periférica ocorre uma disfunção do nervo completa ou incompleta,  que movimenta os músculos de metade da face. Isto pode ocorrer por várias razões como inflamações, infecções, traumas entre outras, porém é muito difícil identificar a causa desta lesão.

 

Na Fisio Action, temos tratado e acompanhado vários casos, nos quais as pessoas chegam totalmente desorientadas e sem perspectiva de melhoras. Porém a Paralisia Facial Periférica  evolui de uma forma benigna, a pessoa deve realizar acompanhamento com neurologista e tratamento com fisioterapeutas especializados e experientes na área.

 

A Fisioterapia é essencial na evolução positiva da Paralisia Facial Periférica, exercícios específicos e intensivos, estímulos neuro-motores e orientações diversas fazem parte da reabilitação do quadro clínico da Paralisia Facial Periférica.

 

Conheça mais na Fisio Action, faça uma avaliação fisioterapêutica e inicie imediatamente seus exercícios.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Diminuição rápida de peso em idosos: Cuidado! Pode ser Sarcopenia!

06/11/2019

1/10
Please reload

Recentes
Please reload