Síndrome do trato iliotibial (Joelho de corredor)


O trato iliotibial é uma banda de tecido fibroso encontrada na parte lateral da coxa se estendendo até a tíbia. O TIT trabalha junto com o quadríceps (músculos da região anterior da coxa) para proporcionar estabilidade ao exterior da articulação do joelho durante o movimento. A síndrome do trato iliotibial, também conhecida como síndrome do corredor, é uma das lesões mais comuns em atletas como corredores e ciclistas. Consiste em uma lesão inflamatória aguda da Bursa, que se encontra na região lateral do joelho. Tal inflamação é consequência da flexo-extensão excessiva do joelho ligada a alguns fatores que aumentam a tensão ou atrito nesta região. Causas comuns do surgimento desta síndrome: • Aumentar o treino rápido demais; • Síndrome do supertreinamento (“overtraining”); • Retornar de uma lesão muito cedo, sem deixar a musculatura cicatrizar apropriadamente; • Defeitos biomecânicos; • Outros erros de treinamento. Sintomas: • Hipersensibilidade e dor na região lateral do joelho e/ou fêmur; • Dor e queimação quando essa região é palpada. Essa dor pode ter início após o atleta percorrer longas distâncias, desaparecer após o descanso, mas reaparecer se a corrida for reiniciada. Este ciclo pode acontecer até que o atleta seja impedido de correr devido à acentuação da dor mesmo ao repouso. Em estado mais avançado, a dor também pode irradiar para a face lateral da coxa e para a face lateral da perna. Tratamento: • Controle da dor através da eletrotermofototerapia; • Técnicas de alongamento; • Liberação miofascial; • Exercícios de fortalecimento; • Reeducação muscular; • Reeducação postural e do gesto esportivo.


Destaques
Recentes