Fibromialgia

05/10/2017

Fibromialgia é uma das doenças reumatológicas mais frequentes. A pessoa pode sentir dores generalizadas pelo corpo durante pelo menos 3 meses, podendo acometer as articulações, músculos, tendões ou outros tecidos moles acompanhada de sintomas de fadiga, alterações de sono, memória e humor.

 

As causas da Fibromialgia ainda são desconhecidas, porém vários podem ser os fatores que influenciam: o sexo feminino é o mais acometido (dos 30 aos 50 anos), genética, infecções por vírus, doenças autoimunes, distúrbios do sono (apnéia e insônia), dificuldades cognitivas, dor de cabeça recorrente ou enxaqueca clássica, dor pélvica e dor abdominal sem causa identificadas, sedentarismo, ansiedade e depressão.

 

O diagnóstico da Fibromialgia é feito clinicamente, a partir do exame dos pontos dolorosos, não existem testes laboratoriais que possam realizar o diagnóstico, mas os exames de sangue podem descartar diagnósticos de outras doenças com sintomas parecidos.

A Fibromialgia não possui cura, porém uma variedade de medicamentos e outros tipos de tratamentos podem ajudar a controlar os sintomas.

 

O Tratamento de Fibromialgia é mais eficaz quando são unidos medicamentos e cuidados não medicamentosos. O foco é evitar a incapacidade física, minimizar os sintomas e melhorar a saúde de modo geral. A Fisioterapia pode ajudar os pacientes com fibromialgia com programas de exercícios e preparo físico, métodos para alívio de estresse, incluindo massagem leve, técnicas de relaxamento, shiatsu, pilates, eletroterapia, acupuntura, osteopatia, RPG, entre outras técnicas.

 

Como conviver com a Fibromialgia, por ser uma síndrome de longa duração com alterações frequentes na intensidade da dor, o tratamento necessita de cuidados físicos e emocionais. Seguindo o tratamento corretamente e tomando os devidos cuidados: reduzindo estresse diário, dormir bem, se exercitar regularmente, manter um ritmo de vida constante e manter o estilo de vida saudável tendem a melhorar os sintomas.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Diminuição rápida de peso em idosos: Cuidado! Pode ser Sarcopenia!

06/11/2019

1/10
Please reload

Recentes
Please reload